Cachaça Rodriguinha

. A CACHAÇA RODRIGUINHA surgiu há mais de um século. Ela teve sua origem em meados 1.901, com Joaquim Antonio Rodrigues e família. O filho de Joaquim Antonio, Heitor Antônio Rodrigues, assumiu o engenho até o ano de 1.940, quando vendeu a seu sobrinho José Prudêncio da Silva (Zé Rodriguinho) que neste mesmo período criou a marca e a patente “RODRIGUINHA” A Rodriguinha além da cachaça fabricava rapadura, açúcar mascavo e melaço que eram vendidos na região e cidades vizinhas. Com a expansão do açúcar cristal a Rodriguinha passou a produzir somente cachaça. Zé Rodriguinho foi proprietário de 1.940 à 1969 (quando faleceu). Sua Esposa Maria Robertina de Oliveira (Mariquita) assumiu a direção da firma com seu filho Hildon Carlos da Silva (HIldon Rodriguinho) e com o falecimento de Dona Mariquita em 1.992. Hildon Carlos assumiu indústria. A mais de cem anos a Rodriguinha produz cachaça artesanal, como antigamente, obedecendo e seguindo todas as normas e tradição da cachaça de engenho. Conhecimento passado de pai para filho. Aqui tem raiz, história, tradição, profissionalismo, dedicação e honestidade. “Rodriguinha é o coração da cachaça e faz parte da cultura Capitolina.

(37) 99965-2578
(37) 99965-2578
R. José Prudêncio da Silva, 2000, Capitólio
cachacarodriguinha@hotmail.com
www.instagram.com/cachacarodriguinha
desenvolvido por SITEFOX