Delfinópolis está pronta para receber milhares de turistas no final de ano

Atraídos por uma lista de atrativos sem fim, turistas em família e amigos lotam as acomodações de Delfinópolis.

Localizada ao pé da Serra da Canastra, banhada pelo Rio Grande e com estradas que dão acesso ao Parque Nacional da Serra da Canastra, a cidade é ponto de apoio e de partida para as belezas naturais.

Neste final de semana que antecede a passagem de ano, praticamente todas as pousadas, hotéis e ranchos estão ocupados ou reservados. Muitos ranchos foram locados e estão repletos de pessoas, entre as quais muitos francanos e de cidades da região.

Já nesta sexta-feira (27) os carros começaram a chegar a Delfinópolis vindos de cidades e estados vizinhos. 

A grande procura por Delfinópolis para descansar e aproveitar os dias de folga não surpreende, uma vez que a região oferece experiências para diversos tipos de público.

Oferece também estrutura de hospedagem, serviços e estradas cada vez mais desenvolvida para receber os turistas com a boa “acolhida” mineira.

Durante o ano de 2019, o município de Delfinópolis realizou diversas ações para promover o turismo. 

Obras de infraestrutura nas estradas rurais, eventos, criação da identidade de artesanato com a fibra da banana e reativação do Comtur aconteceram para enriquecer a experiência do visitante e a presença em feiras de turismo no estado de Minas Gerais e São Paulo para apresentar os seus atrativos e expandir as oportunidades do setor. 

Os investimentos que vêm sendo realizados continuamente resultaram nas conquistas da Categoria C no Mapa do Turismo Brasileiro, junto com Capitólio, pelo seu desempenho econômico e do Prêmio Nacional do Turismo com o Circuito Nascentes das Gerais e Canastra.

Os muitos turistas que vão passar por Delfinópolis no final do ano são mais uma conquista dos resultados do trabalho que vêm sendo desenvolvido em conjunto com os agentes do setor do turismo. 

Um levantamento de dados de tráfego na balsa, nas pousadas, nos eventos, na Gurita, na Babilônia, e na praça vai ser realizado para mensurar o movimento que a cidade receberá durante o final de ano.

Fonte: Jornal Da Franca