Uma das formas de salvar o Lago de Furnas são as Usinas Termelétricas.

As usinas termelétricas, também conhecidas como termoelétricas, são unidades de geração de energia elétrica a partir do calor liberado pela queima de combustíveis fósseis, como gás natural, carvão mineral, óleo diesel, petróleo, óleo combustível, e também a queima de bagaços de plantas.

É importante destacar que as usinas nucleares também são tipos de usinas termelétricas, pois utilizam do calor gerado pela quebra de átomos, fissão nuclear, com o propósito de produzir vapor para  geração de eletricidade, o mesmo processo acontece no caso da queima dos outros combustíveis.

Nas usinas, a geração de energia se dá pela queima de um combustível na câmara de combustão (ou caldeira), o calor gerado nesse processo faz com que a água localizada nas paredes da câmara ferva se transformando em vapor. Em condições de alta pressão o vapor faz girar as pás de uma turbina que, por sua vez, aciona um gerador elétrico.

Do gerador, a energia elétrica produzida pelo movimento das pás é conduzida até um transformador e daí levada a fios para ser distribuída para consumo da população.

A água quente dos tubos da câmara é resfriada em um condensador e reconduzida para repetir o ciclo.

Se nesse ano de 2020 às usinas forem ligadas agora, poderemos economizar as águas do Lago de Furnas, para que no próximo ano ele esteja com mais volume. 

Por vários anos o Lago de Furnas foi sangrado para que as usinas não fossem utilizadas 100% , com isso perdemos mais de 50% do volume de água do Lago de Furnas, e agora para ele voltar ao nível, precisamos economizar as suas águas, aí que entra a utilização das Termoelétricas, uma vez que ela mesmo sem gerar energia elétrica recebe do governo federal, ou seja, ela parada o povo paga da mesma forma, e ficamos sem água no Lago de Furnas, precisamos das usinas ligadas urgentemente, para economizamos as águas do Mar de Minas.